A importancia de ser alegre

Anuncio
A importância de ser alegre
O que é que dá a felicidade? Há várias coisas fazem as pessoas alegres. Umas palavras agradáveis
de um desconhecido na rua, estar com os amigos ou com a família, ser apreciado, sentir-se
compreendido, não ter nada de fazer para ontem, as possibilidades do desenvolvimento, traçar
objetivos e cumpri-los, o trabalho que satisfaz, praticar desporto, uma comida deliciosa, dançar,
cantar, boa música, um livro cativante, o contacto com os animals, estar ao ar livre, tomar sol, dar
e receber presentes, ajudar os necessitados...
Mas qual é o fator que junta tudo isto do que a gente gosta? É, supreendentemente, pura bioquímica
– são os hormonas. É o que acontece na mente – os efeitos produzidos no cerébro e as chamadas
hormonas da felicidade: endorfina, dopamina, ocitocina e serotonina. O problema surge quando,
por exemplo, não há suficiente serotonina. Esta situação é denominada "depressão". Então
não se pode apreciar o que acontece porque não há habilidade para isto. Mesmo as coisas que dantes
despertavam alegria já não dão prazer, perde-se a vontade de fazer qualquer coisa, as atividades
diárias tornam-se insuportavelmente difíceis, duras e estão além da capacidade de um. Logo,
às vezes é preciso servir-se dos produtos farmacêuticos.
Cabe sublinhar que a depressão não é só ficar triste. Não sempre há vontade de morrer nem de
suicidar-se. No entanto, aparecem vários sintomas somáticos, é dizer, relativos ao corpo,
não exclusivamente psíquicos. Às vezes tudo começa por cansaço, fraqueza, fadiga muscular,
as dores da cabeça incuráveis, dificuldades de concentração, tonturas, dor no peito, dor abdominal,
indigestão, obstipação ou diarreia, sonolência ou insónias, hipoglicemia ou hiperglicemia, falta ou
aumento do apetite. Isto pode criar confusão aquando do diagnóstico porque estes sinais
são associadas a outras enfermedades, como por exemplo diabetes, anemia, doenças cardíacas,
perturbações intestinais. Além disso, o assunto é mais complicado porque diferentes manifestações
se opõem e não sempre são os mesmos que aparecem, variam de pessoa para pessoa.
Também podem ocorrer, embora menos frequentes, problemas curiosos (que, com certeza, não
são nada interessantes para os indivíduos que os sofrem), como o bruxismo – um distúrbio
caracterizado pelo ranger os dentes, quer dizer roçar uns contra os outros, ou apertá-los durante
o sono; a síndrome das pernas inquietas – necessidade involuntária de movimentar as pernas
que geralmente ocorre a noite ao deitar-se; alucinações auditivas, visuais ou do cheiro – parosmia.
Daí que seja importante e ao mesmo tempo difícil combater o problema. É um assunto complexo
e seria melhor que a gente tivesse mais conhecimento sobre isto. Infelizmente há pessoas a achar
que os antidepressivos só têm efeitos calmantes e até entorpecem o cerébro... Este modo de pensar
é prejudicial e é preciso compreender o problema para poder entender os doentes e, o que seria
ainda melhor, ajudá-los a se recuperarem, ou, pelo menos, não contribuir para a agravação
do seu estado de saúde.
Ser alegre anda necessariamente unido com bom estado físico do organismo. Muitas vezes é difícil
manter homeostase, é dizer, o equilíbrio do corpo e da mente. Mas é importante não descuidar de
nenhum aspeto porque cada um elemento influi sobre outros.
Oxalá neste ano cada um dos leitores encontre o seu equilíbrio!
Descargar
Fichas aleatorios
Prueba

4 Tarjetas Arthas Quinzel

test cards set

10 Tarjetas Антон piter

tarjeta del programa pfizer norvasc

0 Tarjetas joseyepezsumino

tarjeta del programa pfizer norvasc

0 Tarjetas joseyepezsumino

free fire garena

1 Tarjetas Rene Jonathan Ramos Reyes

Crear fichas